O que torna a Isl√Ęndia √ļnica? Parte 1 – Regi√£o da Capital, Pen√≠nsula Sul

Introdução

Se voc√™ for como eu, voc√™ sabe que adora viajar, descobrir novas culturas e aprender sobre a beleza deste maravilhoso planeta em que vivemos. Hoje eu quero apresentar (ou reintroduzir?) a voc√™ um pequeno e not√°vel pa√≠s n√≥rdico chamado Isl√Ęndia. E √© muito apropriado come√ßarmos com um olhar sobre a singularidade desses dois lugares: a Regi√£o da Capital e a Pen√≠nsula Sul (ou Meridional). Voc√™ poder√° encontrar mais postagens como esta sobre muitas partes do mundo em¬†Earth‚Äôs Face.

Quero ser sincero com todos voc√™s: n√£o estive nesses dois lugares ou na maioria daqueles sobre os quais vou escrever nesta s√©rie. N√£o √© uma lista de recomenda√ß√Ķes para suas viagens, j√° que n√£o posso recomendar um lugar onde n√£o estive. Isso √© parte de um projeto pessoal meu, no qual pesquiso as divis√Ķes de estado do mundo por puro prazer, olhando mapas, assistindo v√≠deos e lendo artigos.

Quero compartilhar o que aprendi com voc√™ e encorajo voc√™ a descobrir mais por si mesmo. Esta n√£o √© uma lista de viagens. Estou apenas compartilhando o que para mim parece tornar esses lugares √ļnicos no mundo, para encorajar voc√™ (e eu) a visit√°-los, ou pelo menos apreci√°-los.

O que torna esses dois lugares tão especiais, afinal? Me deixe apresentar meu caso …

H√∂fu√įborgarsv√¶√įi√į ou a Regi√£o da Capital destacada em vermelho em um mapa da Isl√Ęndia
Regi√£o da Capital ¬†‚Äď por Karte: NordNordWest

H√∂fu√įborgarsv√¶√įi√į

REGI√ÉO Da CAPITAL: GEOGRAFIA R√ĀPIDA

Ent√£o, se voc√™ n√£o √© island√™s e sabe alguma coisa sobre a Isl√Ęndia, sabe que tem alguns top√īnimos dif√≠ceis de pronunciar. Olha s√≥, apenas tenta ler aquele subt√≠tulo. Ho-fud-bor-ga ‚Ķ e ent√£o desiste. Se eu pudesse transliter√°-lo para o portugu√™s, poderia ser “R√≥-fud-bur-guers-v√™-did”, mas isso n√£o √© muito mais f√°cil. Em termos mais simples, esta √© a Regi√£o da Capital, e tem muito que a torna √ļnica.

Edif√≠cio da igreja Hallgr√≠mskirkja na regi√£o da capital, Reykjavik, discutindo o que torna a Isl√Ęndia √ļnica
a famosa Hallgr√≠mskirkja¬†‚Äď por Yves Alarie

S√≥ para se atualizar um pouco sobre a geografia b√°sica, (provavelmente pode perceber pelo nome) aqui √© onde a capital nacional, Reykjav√≠k, est√° localizada, que tamb√©m √© a capital da regi√£o. No sudoeste da Isl√Ęndia, possui um litoral com colinas e montanhas no interior. √Č uma esp√©cie de zona mista de clima montanhoso Alpine e Tundra, embora essas qualidades serem presentes da mesma forma para quase toda a Isl√Ęndia. Ok ent√£o, o que faz ele se destacar?

Qualidades e locais

Uma coisa logo de cara √© que essa regi√£o abriga a maior e mais populosa cidade da Isl√Ęndia. A maioria dos islandeses mora na capital ou nos arredores, o que √© de grande import√Ęncia. Isso porque a maior parte dos principais aspectos culturais, econ√īmicos e tur√≠sticos vem especificamente desta regi√£o. N√£o h√° melhor lugar para obter uma introdu√ß√£o a este pa√≠s incr√≠vel e seu povo do que come√ßar na Regi√£o da Capital.

Um edif√≠cio com arquitetura interessante em Reykjavik, discutindo o que torna a Isl√Ęndia √ļnica
Arquitetura legal¬†‚Äď por Michael Held
uma rua em Reykjavik pintada com as cores do arco-√≠ris na cal√ßada e com pequenas lojas e apartamentos, discutindo o que torna a Isl√Ęndia √ļnica
rua no Reykjav√≠k¬†‚Äď por Square Lab

Há tanta arte aqui. Além das obras urbanas, ali também possui uma quantidade surpreendente de museus. Isso inclui até o Phallological Museum (Museu Falológico), um museu excêntrico (ou safado) cheio de imagens fálicas. Quem diria?

Tamb√©m h√° montes de arquitetura √ļnica, como a cultural Nordic House (Casa N√≥rdica), o¬†Perlan, e uma escultura / est√°tua bacana do Navio Voyager na costa. E tenho certeza que voc√™ j√° viu fotos do todo-poderoso Hallgr√≠mskirkja, a ic√īnica igreja. Eu tive que procurar como se escreve.

A Regi√£o da Capital tamb√©m √© um ponto de partida principal para muitas excurs√Ķes ao ar livre na √°rea. Al√©m da famosa observa√ß√£o de baleias, h√° uma vasta paisagem arrebatadora de montanhas, campos de lava, vulc√Ķes e lindas forma√ß√Ķes rochosas fora das cidades. Esse contraste torna a regi√£o realmente √ļnica dentro da pr√≥pria Isl√Ęndia.

Alguns lugares naturais muito interessantes para conferir seriam Hei√įm√∂rk (Raid-murk), Reykjanesf√≥lkvangur (Hei-quianes-folk-vam-gur) e Kr√Ĺsuv√≠k (Crui-su-vik), para citar alguns. Este √ļltimo est√°, na verdade, em outra parte da regi√£o, que est√° dividida em duas se√ß√Ķes separadas, tamb√©m √ļnico na Isl√Ęndia. Isso vai at√© a costa sul, onde existem umas fal√©sias longas e pontiagudas mirando para o Atl√Ęntico Norte. Se posso dizer mais alguma coisa, a aurora boreal √© um cen√°rio deslumbrante atr√°s da cidade e das montanhas.

Penhascos de Kr√Ĺsuv√≠kurbjarg sobre o oceano na Regi√£o da Capital, discutindo o que torna a Isl√Ęndia √ļnica
penhascos em Kr√Ĺsuv√≠kurbjarg¬†‚Äď por Wojciech Strzelecki ‚ÄúWojtrix‚ÄĚ
Su√įurnes ou regi√£o da Pen√≠nsula Sul destacada em vermelho em um mapa
Su√įurnes¬†‚Äď por A Red Cherry

Su√įurnes

PEN√ćNSULA SUL: GEOGRAFIA R√ĀPIDA

Isso √© facil. A Pen√≠nsula Sul est√° logo abaixo da Regi√£o da Capital, no canto sudoeste da Isl√Ęndia. Se encontra numa pen√≠nsula (surpresa!) e justo numa divis√£o continental entre as placas da Am√©rica do Norte e da Europa. Sua capital √© Keflav√≠k, parte de um munic√≠pio maior chamado Reykjanesb√¶r (Hei-quianes-ber). Eu sei, os nomes! Mas voc√™ est√° aqui, ent√£o adora.

uma paisagem deslumbrante com nuvens, campos rochosos nevados e plan√≠cies gramadas, discutindo o que torna a Isl√Ęndia √ļnica
paisagem aberta¬†‚Äď por Chris Liverani

Qualidades e Locais

Uma grande parte da Isl√Ęndia est√°, na verdade, numa zona geot√©rmica e vulc√Ęnica. Isso explica toda essa paisagem eruptiva e borbulhante. A Pen√≠nsula Sul n√£o √© diferente, e tem muitas qualidades geol√≥gicas impressionantes, como as famosas fontes termais da Lagoa Azul. Essas s√£o um conjunto curioso de piscinas azuis fumegantes √† frente de um fundo gelado e acidentado. Existe o Tr√∂lladyngja (Troul-la-dim-gui√°), um tipo de sistema vulc√Ęnico com cores e rochas chamativas. Al√©m disso, existem muitos sinais do passado Viking, como as ru√≠nas em Selatangar.

a Lagoa Azul na Península Sul, fumegando fontes termais azuis em um cenário nevado
Lagoa Azul¬†‚Äď por Jeff Sheldon

V√°rios artefatos s√£o bem preservados no Museu Viking, situado fora de Reykjanesb√¶r. Tem at√© um Museu de Rock ‚Äėn‚Äô Roll¬†island√™s l√° se quiser ver ele. Por √ļltimo, quero mencionar a cidade de Grindav√≠k. Este lugar √© uma cidade costeira deslumbrante com incr√≠veis locais naturais do lado dela. Por toda a Isl√Ęndia existem chal√©s e alojamentos √ļnicos que voc√™ n√£o encontrar√° fora do mundo n√≥rdico. O isolamento e a singularidade deles, misturados com os cen√°rios inspiradores, contribuem para o que torna essas regi√Ķes especiais.

Cultura (ou √öltimas Ideias)

Essas duas regi√Ķes s√£o a introdu√ß√£o perfeita √† Isl√Ęndia. Elas t√™m uma quantidade impressionante de cultura, arte e beleza natural. Por serem os principais locais de coloniza√ß√£o e turismo do pa√≠s, √© f√°cil encontrar passeios e coisas para ver. Este √© o lugar onde queira obter um gostinho da cultura e identidade pop (ou nem tanto) da Isl√Ęndia.

A maioria das pessoas famosas e influentes do pa√≠s vem dessas duas regi√Ķes, e a maioria dos imigrantes vem at√© elas. Isso tamb√©m contribui para uma experi√™ncia mais internacional e diversa. Esses tamb√©m foram locais importantes para os primeiros assentamentos n√≥rdicos e um acampamento base para os vikings que chegariam √† Am√©rica do Norte bem antes de Colombo. A rica mistura da cultura n√≥rdica hist√≥rica e atual √© parte do que torna a Regi√£o da Capital e a Pen√≠nsula Sul √ļnicas.

uma paisagem colorida de campos e forma√ß√Ķes rochosas e um c√©u azul nublado acima
paisagem colorida do √Ārtico¬†

** Quero agradecer pessoalmente pela leitura! Eu amo que voc√™ adora aprender e explorar. Por favor, compartilhe suas experi√™ncias nessas regi√Ķes da Isl√Ęndia ou se houver algo que voc√™ gostaria de acrescentar a esta breve lista. E uma √ļltima coisa: saia e explore o seu mundo! √Č um lugar bonito.